SAEPE 2017

IMG_20171129_075831641Vivenciamos em 29/11 mais uma etapa obrigatória prevista para o ano letivo de 2017. O SAEPE é o Sistema de Avaliação Educacional de Pernambuco e foi criado com a finalidade de ser um instrumento que permitisse monitorar o padrão de qualidade do ensino e apoiar as iniciativas de promoção da igualdade, melhoria do processo educacional, bem como oportunizar soluções educacionais equânimes.

Cerca de 60 concluintes do Ensino Médio (manhã e noite) participaram dessa avaliação externa em nossa instituição. De acordo com nossa Gestora Adjunta, Elizângela Mendonça, “chegado o dia tão esperado por todos os estudantes do 3° ano, professores e equipe gestora. Ocorreu tudo tranquilo na aplicação e até superamos a meta de público esperado. Ficamos felizes por ver a satisfação dos alunos na realização da prova, servindo também para todos envolvidos de auto-avaliação. Agora é aguardar os resultados.”

Assim, nossa escola caminha para finalizar mais um ano letivo ciente de que todos contribuíram, com as possíveis forças, para melhoria do nosso processo de ensino e aprendizagem, inclusive e principalmente, nossos discentes. Parabéns, pelo empenho e participação!

 

Anúncios

Jogos Interclasses da Escola Elvira Viana

A Escola Professora Elvira Viana está vivenciando de 29 de novembro até 2 de dezembro seus jogos internos. Modalidades como Queimado, Futsal, Judô de ambos os gêneros estão sendo protagonizadas pelos nossos estudantes. A ação da escola é também prevista pelo campo integrador do PROEMI que trata do Protagonismo Juvenil. Todos os dias do evento as ações serão realizadas no próprio ambiente escolar e no último dia, na quadra da Escola Duque de Caxias.

Responsável pela organização e execução dos jogos, a professora Marcella Alvarez, reitera a importância dos esportes que “promove a integração dos estudantes, a integração de toda a escola e motiva para as diversas outras disciplinas” bem como ajuda “ainda na formação cidadã já que os jovens têm que seguir regras e atitudes necessárias para participar do certame.”

Atividade Interdisciplinar de História e Geografia

Ação desenvolvida na escola, pela professora Ana Paula, nas disciplinas de História e Geografia nas turmas do turno vespertino, 1° C,  2º B do Ensino Médio e o 8º A do Ensino Fundamental teve culminância hoje, 27 de novembro. O trecho final do processo pedagógico, em sala de aula, ocorreu com apresentação para todos os envolvidos, por meio da produção de maquetes e com a comunicação oral dos participantes.

A atividade que envolveu também uma turma do PROEMI teve como objetivo principal a aprendizagem dos diversos conteúdos envolvidos bem como as técnicas de apresentação em público em trabalho desenvolvido em grupo. Houve o estudo dos tópicos de História e Geografia desde o período Regencial, imigração, escravidão, Guerra de Secessão  passando pelas questões ambientais, atmosfera, espaço agrário e agricultura.

A diversificação do trabalho desenvolvido em sala é a certeza de participação de todos sujeitos e protagonismo discente. Parabéns pelo excelente trabalho pedagógico!

 

Nova medalha nas Olimpíadas de Matemática!

img-20170904-wa0020Resultado divulgado pela organização do certame das Olimpíadas de Matemática deste ano deu o bicampeonato ao nosso jovem talento, Augusto Sérgio Belarmino. A medalha de bronze deste ano se junta à premiação de ouro, recebida a pouco tempo, referente ao ano passado.

Neste ano, a turma de Augusto, o oitavo ano A, foi assistida pela Professora Karina Adriana que julgou muito importante o trabalho desenvolvido no Ensino Fundamental e que realizou atividades específicas com os discentes que estavam mais interessados em participar do evento.

Parabéns, Augusto, pelo feito único no Agreste Meridional! Duas medalhas consecutivas!

print

Formação do Travessia na escola

A escola teve a oportunidade de sediar, nas nossas dependências, uma ação de Formação da Metodologia Travessia. As atividades foram realizadas nos dias 21, 22 e 23 de novembro. Lembramos que o Travessia é um programa que visa diminuir a taxa de defasagem idade-ano noa Ensinos Fundamental e Médio utilizando as ferramentas pedagógicas de videoaulas, os Telecursos.

Estiveram em nossa instituição, as formadoras da Fundação Roberto Marinho, Sandra Pereira e Margareth Miranda. As professoras agradeceram a acolhida por parte de nossa unidade escolar e avaliaram como muito proveitoso o período que permaneceram conosco. A Escola Elvira Viana se coloca ao dispor das instituições-irmãs que constituem a Rede Pública de Ensino e que priorizam o enfrentamento aos sérios problemas vivenciados pela educação.

TV Afro – Projeto de complementação de carga horária noturno

Na última quinta feira (17/11/2017), a Escola Professora Elvira Viana promoveu a culminância do Projeto de Complementação de Carga Horária para o turno noturno, como mais uma ação desenvolvida a partir da TV Afro. Esse implemento que é vivenciado por todas as turmas do turno é regido pela Instrução Normativa nº 01/2011 e prevê que as instituições que oferecem ensino noturno, por meio de projetos interdisciplinares, alcancem o mínimo de 800 horas/aulas.

Foi oportunizado à comunidade escolar palestra com o historiador Professor Cláudio Gonçalves de Lima que discorreu sobre o tema “Garanhuns: ocupação territorial e formação étnica” brindando a todos com valiosas informações que aproximam história, geografia, antropologia e outras disciplinas do nosso cotidiano. As turmas, produziram apresentações, com a orientação de um docente, seguindo o preceito motivador do projeto TV Afro: “Um olhar sobre a História e a Cultura Afro-brasileira e Indígena”.

Não há dúvida da importância de regularizar a carga horária do período noturno como indica a nossa gestora Elania Lopes ao lembrar que o papel da ação é “diversificar o ensino noturno. reduzir a evasão com práticas dinâmicas e promover a motivação necessária para nossa clientela que muito se esforça para alcançar os objetivos pedagógicos que permita o pleno exercício cidadão.” Assim, é mantido uma das funções da escola que é construir uma sociedade mais fraterna e livre de posicionamentos inaceitáveis como o racismo.

Premiação de Medalha de Ouro no RJ

AA Escola Elvira Viana teve a honra de ter um estudante premiado com medalha de Ouro, ontem (14/11/2017) no Rio de Janeiro. A premiação se refere às Olimpíadas de Matemática e que teve em 2016 apenas 501 medalhistas no país, advindos da Rede Pública de Ensino.  O nosso Augusto Belarmino foi acompanhado pela gestora da Gerência Regional de Educação – Agreste Meridional – a professora Adelma Elias.

Augusto competiu com quase 18 milhões de estudantes sendo que somente 501 conquistou o ouro numa modalidade olímpica onde raciocínio lógico e o nível alto de concentração são fundamentais para vencer. Da nossa GRE Agreste Meridional, o estudante do Elvira Viana, foi o único que conseguiu a incrível conquista que muito nos orgulha.

Parabéns, Augusto! Merecidíssimo!

Parabéns a todos que participaram do processo que culminou com mais essa vitória pedagógica da Escola Professora Elvira Viana.

TV Afro – Culminância do Projeto

 

Hoje (14/11) tivemos a culminância de mais um projeto de puro protagonismo juvenil de nossos estudantes na Escola Elvira Viana. A TV Afro vem se consolidando como um mágico momento do processo de ensino e aprendizagem em nossa instituição. O Projeto é abraçado por toda a comunidade escolar de forma a ecoar os tambores africanos e as setas indígenas que jamais deverão ser esquecidos.

Este ano, os estudantes desenvolveram a temática de “Um olhar sobre a História e a Cultura Afro-brasileira e Indígena”. A partir do trabalho realizado em sala e dos objetivos programáticos definidos pelo corpo docente, nossos jovens produziram, desde o começo desse bimestre letivo, em sala, tópicos de estudos que culminou em mais de 20 apresentações tratando das ricas manifestações culturais de nosso povo miscigenado.

Para a nossa Diretora Adjunta Elizângela Mendonça, que junto com a Professora Ana Paula (idealizadora) coordenaram o processo, sabe-se que  “a importância do projeto está na valorização das relações étnico-raciais para tornar uma sociedade mais justa sem preconceito de raça, cor ou de gênero.” A gestora completa “reconhecendo as grandes contribuições que os negro e os índios trouxeram para o Brasil ao longo de nossa história.” e ratifica que “a Escola enquanto espaço de aprendizagem crê que a abordagem dessa temática nos proporcionará condições de pensar e agir com respeito às diferenças.”

Várias ações pedagógicas foram desenvolvidas durante intervenções dos diversos Campos de Integração do PROEMI com as turmas dos primeiros anos de nosso instituição.  Recebemos ainda, no dia de hoje, representação da GRE sob o comando do Professor Carlos Eduardo chefe da CGGE , Felipe Luna e Rodrigo Gott.

A todos os estudantes, professores, gestão escolar, funcionários e demais envolvidos nossos agradecimentos e parabéns pelo exitoso evento!

 

 

TV Afro – Índio Funi-ô

Recebemos hoje (10/11/2017) em nossa escola, durante o  período da tarde, três índios da etnia Funi-ô, provenientes da reserva indígena localizada no município de Águas Belas. É mais um evento do Projeto TV Afro que terá culminância na próxima terça feira, 14/11 em nossa unidade de ensino. As ações do projeto, previsto no PPP, seguem as normativas das leis federais 10.639 e a lei 11.645 que tratam do ensino de História e Cultura Afro-brasileira e indígena.

Perla e Nicole estiveram nos mostrando trajes típicos e danças da cultura Funi-ô e o professor Jeferson Caetano, também da mesma etnia, proferiu importante palestra que englobou além de toda vasta cultura, a temática do ensino da matemática. A reflexão sobre as questões indígenas devem ultrapassar inclusive o campo da TV Afro e percorrer todo o ano letivo. Ainda que, como nos lembra Professor Jeferson, as datas específicas de comemoração é um momento de “voltarmos às nossas raízes, aos antepassados, para nos purificarmos e voltados para a irmandade Branca.”.

O professor lembrou também que já se tem um estudo mais sistematizado da língua indígena falada pelo funi-ô, Iatê. Inclusive com um dicionário para ajudar na tradução do português para o Iatê. Jeferson ainda levanta um bandeira importante no que se refere a autonomia cultura e da educação dos índios, segundo ele “temos com andarmos sem a intervenção do Branco. Somos autônomos em tudo.”

Os eventos que compõem a TV Afro são sempre amplificados graças aos encontros possibilitados pelos diversos Campos de Integração do PROEMI e ao envolvimento de comunidade escolar. Agradecemos especialmente a Profª Karina Albuquerque que ajudou a concretizar a vinda de tão importante representação étnica, de forma que a escola reitera a busca por uma educação inclusiva que recupere e envolva todas as faces e nuances de nossa miscigenada gente brasileira.

TV Afro – Palestra com Prof. Cláudio Gonçalves de Lima

Recebemos hoje (09/11) na Escola Professora Elvira Viana, o Professor Cláudio Gonçalves de Lima que proferiu excelente palestra desenvolvendo o tema “Garanhuns Ocupação Territorial e Formação Étnica”. Agradecemos ao sempre solícito palestrante que nos permitiu vivenciar, com excelente material didático e oratório, o que reza a Lei 10.639/03 que visa promover o ensino da história e da cultura afro-brasileira e africana.

Durante o Evento a comunidade escolar teve a oportunidade de conhecer mais sobre a nossa cidade e se re(conhecer)  como fruto da miscigenação do Branco, do índio e do Negro. Este momento é o pontapé inicial do projeto TV Afro que terá culminância no próximo dia 14, em nossa escola e que retomará as discussões acerca de nossas raízes indígenas e africanas. Como completou o professor Cláudio há essa miscigenação e que quando a percebemos “passamos a nos reconhecermos como uma única etnia.”