Júri Simulado – Personagem o filho da Caolha

Sob a orientação da bolsista do Residência Pedagógica Juliane Barbosa foi realizada a culminância (18/11) de júri simulado com a turma do 2° ano B, disciplina de Língua Portuguesa (Prof. Carlos G. Caldas) em nossa instituição de ensino. O projeto de trabalho da bolsista da UFRPE-UAG desenvolveu atividades diversas em sala de aula a partir do conto “A Caolha” da escritora Júlia Lopes de Almeida finalizando com uma adaptação entre gêneros textuais.

A construção da sequência de execução das atividades incluiu a leitura do conto, produção de texto narrativo a partir do processo de leitura, interpretação e análise da obra, retextualização para o gênero textual júri simulado e a apresentação oral propriamente dita do texto previamente escrito pelo grupo. Para a estudante do 2° ano B Juliana, que participou do júri como promotora pública, o conjunto das atividades tiveram muito interesse porque foram diferentes das atividades convencionais de estudo da língua portuguesa e ainda tratava de uma temática que permitia entender que devemos cuidar melhor dos idosos.

Oficina de correção de redação do ENEM

correçãoAnalisar as características da correção de redação realizada pela FGV (Fundação Getúlio Vargas)/INEP foi o objeto de estudo dos bolsistas do Programa Residência Pedagógica da UAG/UFRPE, com realização em nossa escola, em 24/09. Sob a mediação do Professor Carlos G. Caldas – Professor Preceptor do RP – o trabalho abrangeu desde a reflexão acerca do embate do professor de Língua Portuguesa com o texto dissertativo-argumentativo; perpassando as formas elementares de anulação das produções de texto; bem como, o estudo das matrizes de referência para a composição da nota por meio da avaliação de diversas competências redacionais.

Eventos que orientem e informem os sujeitos envolvidos dos diversos preceitos que  são básicos para a lida com nossos estudantes é função prioritária que impacta significativamente em nossas salas de aula. De forma que esperamos continuar a oportunizar equidade de condições que permita a inserção, no Ensino Superior, dos jovens advindos da Rede Pública Estadual de Ensino e que serão submetidos ao Exame Nacional do Ensino Médio.

 

Júri Simulado baseado em Suzano – SP

img_20190628_103844154_hdr.jpg
Júri Simulado – 3° ano A

Ocorreu hoje (28/06), a culminância do trabalho para disciplina de Língua Portuguesa, pelo bolsista do Residência Pedagógica Artur Araújo que desenvolveu com os estudantes da turma do 3° ano A o estudo do gênero textual júri simulado. Há uma previsibilidade  para o bimestre letivo desse tópico para a disciplina nos eixos de produção de texto escrito e oral. Segundo o bolsista, a metodologia envolveu desde a análise de textos argumentativos, exemplos de outros casos envolvendo o gênero, a produção de roteiro, ensaio e a apresentação do Júri para outras turmas (culminância).

A apresentação oral (a partir do roteiro escrito e ensaiado) foi feita a partir das temáticas levantadas pelo caso do massacre ocorrido em escola na cidade de Suzano, SP. Os alunos recriaram ficcionalmente o crime e simularam a organização de um pretenso júri para julgamento de um homicida sobrevivente. Segundo os estudantes Oziel, Kauanna, Anna Victória e Gabriel Ribeiro, a produção dos textos orais e escritos envolvidos no esturdo ajudam objetivamente na melhoria da argumentação e mudam a percepção das notícias porque eles precisaram se aprofundar nas informação utilizadas.

Álbum disponível em:

img_20190628_102056954_hdr.jpg

FELICO 2019 – A Educação batendo o tambor!

IMG_2849

Hoje (17/06/2019) vivenciamos o primeiro dia de nosso Festival de Literatura e Cordel (FELICO) em nossa instituição de ensino. O Festival escolar vem para a sua sexta edição com algumas novidades e sempre priorizando a cultura de origem popular e/ou que gere resultados pedagógicos significativos promovidos pela participação, protagonismo de nossos jovens estudantes. Há uma participação ativa de toda a comunidade escolar, desde gestão, professores, funcionários (merendeira, assistente de limpeza), estudantes e oficineiros que se agregam a nosso projeto. Este ano, contamos ainda com a participação dos bolsistas do Programa de Residência Pedagógica da UFRPE.

Durante o evento de hoje em nossa escola, vivenciamos diversos saberes por meio de 13 oficinas, a listar: Desenho em grafite; Pintura em tela; Iso-gravura; customização/grafitagem; Teatro; Artesanato com reutilizáveis; Literatura de Cordel;  Constelação familiar; Libras; Dança Popular; Fotografia; Culinária e oficina de culminância de componente eletivo (Novo Ensino Médio), a Educação Musical. No turno noturno ainda há a vivência das oficinas de Biscuit e desenho.

Álbum disponível no Facebook: https://www.facebook.com/elvira.viana.58

IMG_2876
Da esquerda para a direita: Professor Pedro Maciel, a nossa homenageada Edilene Soares, Gonzaga de Garanhuns e nossa Gestora Adjunta Elizângela Mendonça.

Pela manhã, ainda tivemos a participação de nossa homenageada deste ano, a cordelista Edilene Soares que tratou da importância do folheto de cordel na vida de quem trava contato com esse gênero textual. Ainda se fizeram presentes o Gonzaga de Garanhuns e Sandoval Ferreira (Mediador da oficina de produção de Literatura de Cordel).   O evento matutino foi apresentado pelo quarto ano (das seis edições do FELICO) pelo professor Pedro Maciel que promoveu inclusive adivinhações animando ainda mais a plateia.

Como bem sintetiza o professor Pedro Maciel  o “FELICO é um projeto que tem uma importância cultural muito grande e tem produzido muitos frutos”. Para a voz que narra o Elvira no FELICO há a certeza que é “um festival que dá resultados porque tem já ultrapassa as fronteiras escolares adquirindo grande abrangência.”  De forma que há atividades ainda no turno noturno e o FELICO retoma amanhã para o segundo dia de protagonismo estudantil. Sendo a culminância aberta a participação dos pais e responsáveis, na próxima quarta-feira pela manhã, no auditório da GRE/AM, defronte à Praça do Relógio das Flores (Praça Tavares Correia, s/n).

FELICO 2019, A Educação batendo o tambor!

IMG_2833

Palestra Libras

IMG-20190425-WA0007

Em comemoração pelo Dia Nacional da Libras (24 de abril) e pela passagem dos 17 anos de sancionada a Lei 10436/2002, foi ofertada a  comunidade escolar uma palestra com a professora e intérprete da escola Alessandra Menezes. Os estudantes e profissionais tiveram oportunidade de conhecer e reconhecer a importância da Língua Brasileira de Sinais (Libras) como forma de oportunizar a todos surdos ou ouvintes a possibilidade de inserção no universo linguístico e social.

A professora Alessandra foi acompanhada pelo aluno do 2° ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Profª Giselda Vieira Belo, José Matheus Barbosa, que é surdo desde o nascimento e nos brindou com muita simpatia, interação e interesse pelo que estava ao redor durante o evento. Para a professora “uma das principais conquistas dos surdos foi o direito a ter um intérprete de Libras em sala de aula, garantido pela Lei 10.436.” e completou que há ainda como desafio “ter a Libras como uma disciplina das escolas que possibilitará de fato inserir o surdo no ambiente escolar e na sociedade.”

IMG_20190425_150153958

TCF – Trabalho de Conclusão do Fundamental

IMG_2540

A Escola Elvira Viana vivenciou hoje (06/12) a culminância do Trabalho de Conclusão do Ensino Fundamental. Nossos estudantes do 9° ano A e B produziram excelentes trabalhos de iniciação científica, sob a orientação docente. A apresentação do evento coube ao professor-locutor Pedro Maciel que após o acolhimento da nossa gestora Elania Lopes apresentou as defesas dos seguintes trabalhos:

1 – Tema: A Interferência da Guerra Fria no Brasil – Orientação: Prof. Kléber Araújo Turma: 9ª A. Estudantes:

  • Helena Raquel
  • Mirelle Vitória
  • Lívia da Silva
  • Jordilie dos Santos
  • Emilly Rayane
  • José Wellington
  • José Rafael
  • Kamily Vitória
  • Zaquel Silva

 

2  – Tema: Você conhece realmente sua ideologia econômica?  Orientação: Profª Ana Paula Reis  Turma: 9ª B    Estudantes:

  • Laysa Alexandre
  • Bruna Clarice
  • Cecília Albuquerque
  • Lucimara Leite
  • Geovana Araújo
  • Laura Santos

 

3 – Tema: A Horta na escola.  Orientação: Prof. Emmanuel  de Melo   Turma: 9ª A  Estudantes:

  • Whashington Luiz
  • Vitória Roberta
  • Izabela Sabrina
  • Geilson Almeida
  • Márcio Bezerra
  • Pedro Luiz
  • Pablo Soares
  • Gabriel Vinícius

 

4 – Tema: Violência contra a mulher: fatores que interferem, causas e tipos  Orientação: Prof. Carlos Caldas.  Turma: 9ª B  Estudantes:

  • Anny Gabrielly
  • Ayna Alves
  • Ayra Alves
  • Brenda Ferreira
  • Lívia Maria

 

5 – Tema: Reações Químicas.  Orientação: Profª Vânia Silvestre. Turma: 9ª A  Estudantes:

  • Estelita Nanes
  • Joana Dark
  • Edivaldo José
  • Emilly Tainara
  • Geslayne Maria

 

6  – Tema: Desastre ambiental. Orientação: Profª Eleni Alves. Turma: 9ª B Estudantes:

  • Vitória Graziele
  • Vitória Barreto
  • Brena Marcela
  • Brena Barreto
  • Juscelino Albuquerque
  • Márcio José
  • Jéniffer Carolayne

 

7 – Tema:Drogas na população. Orientação: Profª Jarcielle Nunes. Turma: 9ª B Estudantes:

  • Augusto Sérgio
  • Bruno Diego
  • Carlos Vinícius
  • José Flávio
  • Lucas Alves
  • Ricardo Alexandre

 

8 – Tema:Cultura Asiática. Turma: 9ª A  Estudantes:

  • Adrielly Victória
  • Luana dos Santos
  • Ana Clara Nanes
  • Déborah Nayane
  • Mayara Maciel
  • Maria Vitória

img_2644.jpg

Tivemos a presença do representante da Secretária de Educação de Pernambuco, o técnico da GEPAF – Sede Wagner Rigueira. Além dos professores, bolsistas do Residência Pedagógica, pais, mães, familiares e amigos que vieram prestigiar o evento, marco importante da formação de nossos jovens. Para os docentes que acompanharam todo o processo de produção do trabalho de pesquisa havia a certeza do sucesso, sentimento ratificado pelos resultados das apresentações. Assim, agradecemos a todos pelo empenho: gestão, professores, funcionários e estudantes que participaram desse excelente convite à iniciação científica.

Álbum disponível em:
https://www.facebook.com/plugins/post.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Felvira.viana.58%2Fposts%2F1522612667883681&width=500

Sapiens – Feira de Profissões

IMG-20181122-WA0009

A nossa instituição participou (22/11) da Feira de Profissões durante o SAPIENS, da UFRPE – UAG. Os estudantes dos segundos anos do Ensino Médio puderam se aproximar do universo acadêmico que se avizinha dos objetivos de nossos jovens.  Professora Ana Paula Reis e os bolsistas do programa Residência Pedagógica Michael, Márcio e Wilma acompanharam o grupo. Segundo os nossos alunos, para alguns, foi o momento de conhecerem, pela primeira vez, uma universidade pública em funcionamento.  Eventos com este formato permitem ampliar os horizontes e criar um potencial público pré-universitário.

Como proposta da Feira de Profissões, “A mostra tem como público-alvo pessoas de todas as idades, classes sócio-econômicas e níveis de instrução, especialmente alunos do ensino fundamental e médio. É realizada por alunos, docentes e técnicos da UAG e traduz para o público leigo o que é realizado na universidade em termos de ensino, pesquisa e extensão. Como exemplos das inscrições já confirmadas, podemos citar:
-mostra de maquetes de educação ambiental (lençol freático, nascentes, conservação de água, desmatamento, degradação de matéria orgânica)
-nutrição em plantas
-fotossíntese
-apicultura
-Polinização na agricultura
-Conhecendo o mundo da microscopia
-Demonstração de máquinas agrícolas
-Demonstração de equipamentos para aferições climáticas
-Jogos sobre alfabetização
A Feira de Profissões tem como público-alvo alunos de ensino médio, e tem como objetivo divulgar os cursos da UAG, seu conteúdo e áreas de atuação dos profissionais da área. Temos os seguintes cursos na UAG: Agronomia, Ciência da Computação, Engenharia de Alimentos, Letras, Pedagogia, Medicina Veterinária e Zootecnia.” (dados de divulgação do evento)

IMG-20181123-WA0011

Álbum disponível em:
https://www.facebook.com/plugins/post.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Felvira.viana.58%2Fposts%2F1511453578999590&width=500